- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

A versão japonesa de “O Meu Pé de Laranja Lima”

A partir deste mês (abril), o nosso site abre um novo espaço de “Introdução ao Intercâmbio de Publicações Brasil-Japão” para apresentar livros traduzidos que ampliam o intercâmbio cultural entre os dois países.

 

"O Meu Pé de Laranja Lima"

“O Meu Pé de Laranja Lima”

O romance brasileiro Meu pé de laranja lima, de José Mauro de Vasconcelos, foi traduzido para a língua japonesa e publicado no Japão pela PoplarSha (Poplar Publishing Co. Ltd.) em novembro de 2015. A obra, baseada na vida do escritor, se passa no Rio de Janeiro de noventa anos atrás e conta a história de um menino de cinco anos que enfrenta uma vida dura, mas encontra um adulto com muita ternura no coração. O livro mostra, portanto, a importância da ternura na vida das pessoas. Meu pé de laranja lima é um romance muito apreciado tanto no Brasil, tendo inspirado filmes, novelas de televisão e peças teatrais, quanto no exterior, em que foi traduzido para várias línguas.

 

Considera-se que os brasileiros não possuam raízes, pois trata-se de um povo formado a partir da miscigenação entre índios (que tiveram as suas terras roubadas), africanos (que foram trazidos para cá) e imigrantes (que vieram para o Brasil em busca de uma vida melhor). Os descendentes dos imigrantes herdavam a saudade da terra natal de seus ascendentes. Os brasileiros consolam com ternura os imigrantes que sentem saudade.  “Saudade” e “ternura” são duas palavras importantes para os brasileiros.

 

Os japoneses sempre tiveram arraigados o sentimento de omoiyari, que consiste em ter consideração pelo outro. Da mesma forma que os brasileiros são adorados por tratarem os outros povos com ternura, os japoneses também são amados por acolher outras pessoas com o coração, devido ao sentimento de omoiyari que possuem.

 

A prática do chadô no Brasil é uma oportunidade especial para japoneses e brasileiros trocarem os sentimentos de omoiyari e de ternura, compreendendo-se melhor. Em outras palavras, isso é um caminho para que brasileiros possam conhecer um pouco mais sobre a cultura japonesa.

 

O autor de Meu pé de laranja lima gostava muito do Japão. O chadô e esta obra estão ligados pela palavra “ternura”. Este livro é uma forma de transmitir esse sentimento aos japoneses, para que possam interagir com o Brasil.

 

A edição japonesa de Meu pé de laranja lima (Boku no orenji no ki), traduzido por Tasuku Nagata e Noriko Matsumoto, pode ser adquirida através do site http://xn--y8j2ca7cyn2cxr0b5819e.com.

 

Tasuku Nagata & Noriko Matsumoto

Abril de 2016

Veja também

  • “Intercâmbio Cultural Brasil-Japão”

    No dia 17 de novembro de 2016 foi lançado o livro “Intercâmbio Cultural Brasil-Japão” no Museu Histórico da Imigração Japonesa do Brasil. A obra coletiva coordenada pelo Dr. Kiyoshi Harada contou com a participação ...