- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Kurimushi yôkan

Outono frutífero, outono de apetite, é a época em que os ingredientes gostosos da estação não devem passar despercebidos no mundo dos doces japoneses.

kurimushi yôkan 栗蒸し羊羹 surge nas vitrinas das confeitarias justamente entre o outono e o começo do inverno, época em que são colhidas as castanhas japonesas.

Existe um doce parecido chamado kuri yôkan (gelatina de ágar com pasta de feijão doce e castanha japonesa), mas eles são diferentes entre si. No caso do “kuri yôkan”, o “yôkan” é preparado na panela ao fogo, acrescentando o “an” (pasta de feijão doce) na água onde se dissolveu ágar e açúcar, cozinhando até tomar consistência. Coloca-se numa forma para endurecê-lo, e nesta etapa incorporam-se as castanhas japonesas. Este doce contém bastante açúcar e pouco líquido e, portanto, dura mais tempo. Por outro lado, “kurimushi yôkan” é preparado com a pasta de feijão azuki, farinha de trigo e amido misturados na água. Esta mistura é colocada numa forma e levado para cozinhar ao vapor, como o próprio nome indica. Nesta fase, agrega-se as castanhas. Em comparação, este wagashi é muito menos doce e mais úmido, consequentemente, de pouca duração.

Ambos realçam o sabor da castanha japonesa, mas o doce a vapor tem como característica a maciez e a consistência gelatinosa. Que prazeroso é sentir a castanha envolta nesta textura de massa. Deve ter muitas pessoas que dizem não gostar de coisas muito doces, mas que comeriam o “kurimushi yôkan”, baixo em teor de açúcar. Muitos preparam envoltos nas folhas de bambu, o que acrescenta aroma ao doce, aumentando seu gosto refinado. Enfim, este wagashi é para apreciar um ingrediente que é fruto próprio da estação outonal.

Outubro de 2018

Veja também

  • Bota-mochi

    Bota-mochi

    Dizem que “tanto o frio do inverno como o calor do verão só duram até o equinócio”. Nesta época em que se sente a mudança das estações, o wagashi típico do equinócio de primavera é o bota-mochi ぼた餅 (牡丹餅)…
  • Hanabira-mochi

    Hanabira-mochi

    Existem diferentes doces que nos fazem sentir a vinda das estações, mas há apenas um que aparece na celebração do Ano-Novo, o hanabira-mochi (lit. mochi em pétalas); apreciado como aquele wagashi que traz bons augúrios para o novo ano. ...
  • Fu-manjû

    Fu-manjû

    Mesmo na época de pleno calor há muitos doces japoneses leves que podem ser saboreados. Desta vez vamos apresentar um deles: o “fu-manjû” (麩饅頭), visto nas confeitarias japonesas no verão. É feito de pasta de ...
  • Waka-ayu

    Waka-ayu

    Há muitos doces típicos confeccionados apenas na estação apropriada, e possivelmente, o wagashi waka-ayu 若鮎 é um dos mais representativos do início do verão nas docerias típicas japonesas…
  • Hanamidango

    Hanamidango

    Uma das características típicas da primavera japonesa é apreciar as flores da cerejeira no auge de seu florescimento debaixo das árvores, comendo algo delicioso ou tomando algum sake prazerosamente. Para acompanhar esta cerimônia de contemplação das flores ...

Última atualização

01/09/2021 - 13. Fûryû – elegante, refinado… | Wa no kokoro – O espírito japonês
01/09/2021 - 13. KAZE | Cantinho da Língua Japonesa
01/08/2021 - Plantas do Brasil – 4. Vitória-régia (Parte II) | Relatos de Cenas Brasileiras
01/08/2021 - Sumi – 1 | Mini conhecimentos sobre Chadô
01/06/2021 - 12. Mi ni shimu – Um modo profundo de sentir… | Wa no kokoro – O espírito japonês
01/06/2021 - 12. TORI | Cantinho da Língua Japonesa
01/05/2021 - Utensílios do Mizuya – 3 | Mini conhecimentos sobre Chadô