- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

O brocado em listras Kantô (Parte 1)

Julgando pelos caracteres, o nome em japonês deste tecido, Kantô ou Kandô 間道, parece sugerir um sentido como “caminho atravessado, passagem”. Quiçá não seja um nome muito claro, mas o padrão de brocado a que se refere é bem simples: listras, sejam elas horizontais, verticais ou enxadrezadas.

Não está claro o motivo histórico pelo qual o padrão foi denominado Kantô.  Uma das hipóteses é que esta técnica de tecelagem teria adquirido renome na província de Cantão, na China (japonês Kanton, chinês Guǎngdōng); pois, além da grafia acima, o nome do tecido também é escrito com caracteres diversos incluindo 広東 (os mesmos de Cantão), 漢東, 漢島, 漢渡 e outros, de sentidos variados mas sempre com a pronúncia Kantô ou Kandô.  Isso sugere que o significado dos caracteres aqui é incidental, e não necessariamente reflete a etimologia real do nome.

Segundo a tradição, este é o padrão que Rikyû preferia para a confecção de bolsas protetoras (shifuku) para potes de chá chineses (karamono-chaire).  Se comparado com os brocados que vimos até agora, isto é, com a elaborada tecelagem figurativa do Donsu ou os padrões em ouro do Kinran, o Kantô é mais contido, sem pretender tanto luxo; ele pode mostrar, ora um bom gosto austero, ora um colorido esplêndido; alguns dos tecidos Kantô sugerem mesmo um certo espírito lúdico, espontâneo, criativo.

 

Yoshino Kantō 吉野間道

Em um fundo verde-escuro, traçam-se grossas listras verticais, alternadamente brancas ou vermelho-acastanhadas; cada listra é contornada por linhas da outra cor. Por cima deste padrão básico acresentam-se faixas horizontais em relevo.

Quanto ao nome, ele remonta à gueixa Yoshino Tayû II (1606–1643), tão renomada que ficou conhecida como uma das “três grandes gueixas da era Kan’ei”. Diz-se que este tecido kireji foi a ela oferecido pelo mercador Haiya Shôeki, atingindo assim notoriedade.

 

Mochizuki Kantô 望月間道

Há diversos tecidos kireji diferentes que são coletivamente denominados Mochizuki, todos listrados. A origem do termo é incerta; alguns supõe que ele tenha sido um favorito de Mochizuki Sôchiku, praticante de chá do estilo Oribe; outros, que o tecido era usado em conjunto com o pote de folhas de chá chamado Mochizuki-chatsubo.

Em tecidos Kantô do estilo Mochizuki, listras horizontais e verticais formam uma malha fina, sem alternância de cores em figura ou fundo. É um padrão bastante simple, mas percebe-se a sua profundidade na exuberância e destaque dado às próprias cores.

 

Aoki Kantô 青木間道

Tecido com listras verticais de espessura regular, nas cores marrom, amarela, azul-marinho e branca. É preciso prestar atenção nas cores para não confundi-lo com diversos outros padrões semelhantemente regulares, como o Takagi Kantô, Itô Kantô, ou Yahe-e Kantô.

Diz a tradição que o nome refere-se a Aoki Hôin Shigenao (1529–1614), general samurai que serviu ao xógum Hideyoshi; ou, alternativamente, a Aoki “Kii-no-kami” Kazunori (1541–1600), discípulo de Rikyû e também vassalo do mesmo xógum.

 

Fevereiro de 2018

Veja também

  • A tecelagem Môru

    Nosso tema de hoje será o tecido chamado Môru. Acredita-se que a palavra deriva do português Mogol, referindo-se ao império Mughal da Índia, ao qual se atribui a técnica. Os fios do Môru são compostos ...
  • O tecido Shôha

    Hoje apresentaremos a variedade de tecido denominada Shôha 紹巴. A técnica do Shôha é um exemplo de tecelagem figurativa, isto é, formando padrões. Sua característica distintiva é o uso de linhas de trançado forte em ambos os sentidos do ...
  • O brocado Nishiki (Parte 2)

    Na continuação de nossa introdução aos tecidos Nishiki, apresentaremos mais três padrões kireji de renome…
  • O brocado Nishiki (Parte 1)

    Nishiki 錦 é um termo geral para brocados compostos por fios coloridos e contrastantes, em duas ou mais cores distintas, com as quais se traçam padrões figurativos. Se as figuras são tecidas com o fio da ...
  • O brocado em listras Kantô (Parte 2)

    Rikyû Kantô 利休間道 Este tecido é feito seguindo uma padronagem de pequenas formas geométricas, em branco sobre azul-marinho, repetidas quase como um xadrez. As formas lembram uma revoada de tarambolas (japonês chidori 千鳥), donde o nome japonês deste ...