- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

9. Suika – Melancia

A melancia é uma das frutas de que todos nos lembramos, quando chega o verão. Quem não gosta da sensação de frescor e doçura suave que ela nos traz, quando a comemos?

Diz-se que é originária das regiões tropicais e desérticas do sul da África, onde o cultivo começou há aproximadamente 4.000 a.C. Esta planta rasteira foi introduzida no Japão através da China, na Dinastia Tang, durante o período Heian (794 a 1185). No final do período Edo (1603-1868), o seu cultivo espalhou-se por todo o Japão, tornando-se popular desde então.

No Brasil, fevereiro é o auge do calor de verão e o sol fica muito forte; então, que tal comermos um pedaço de melancia para mitigar o cansaço natural dessa época?

 

Eficácia

Dentro da medicina chinesa, na classificação da Teoria dos Cinco Elementos (frio, fresco, normal/neutral, morno/úmido e quente), a melancia é considerada fresca, com características adequadas para resfriar o corpo, repor a umidade e matar a sede.

Na classificação dos gostos (ácido, amargo, doce, picante e salgado), é considerada doce.

No mundo da culinária da medicina tradicional chinesa, é considerada um medicamento fitoterápico natural (白虎湯 byakkotô em japonês). Nesta época de verão, é um dos ingredientes mais valorizados por seu poder de ajudar a baixar a febre e hidratar o corpo.

A melancia é 90% água e contém potássio, com efeito diurético, o que ameniza o inchaço e ondas de calor no corpo. Sabe aquele calor tão sufocante que nem conseguimos pensar bem ou nos acalmar? Experimente consumir um pedaço desta fruta e verá seus efeitos!

A camada branca entre a fruta vermelha e a casca externa é a parte mais rica em potássio, por isso essa parte é mais eficaz para inchaço e efeitos diuréticos. A frutose contida na parte da polpa da melancia é útil para repor as energias, sendo uma excelente medida contra a insolação do corpo.


Como alimento

A melancia, que contém muito líquido, fica muito gostosa quando a transformamos em suco, e também sob essa forma podemos ver o seu consumo nas ruas do Brasil.
A parte branca entre a fruta e a casca pode também ser apreciada de outras formas, como, por exemplo, retirando a casca externa e cortando a parte branca em rodelas finas para fazer marinados ou picles de vinagre.

Nerikiri moldados em forma de fatias de melancia.
Crédito das imagens:irodori.sp
https://www.instagram.com/irodori.sp/

A cor brilhante e fresca do suco da melancia e o seu sabor doce refrescante são ainda utilizados como ingredientes em geleias e sorvetes.

Para o bem da saúde, melhor que resfriá-la é comê-la em temperatura ambiente, evitando o resfriamento indevido do nosso corpo. Por outro lado, se consumir exageradamente, sobrecarregará os rins com líquido excessivo. Outra dica é adicionar sal à fruta, para melhorar o sabor e ajudar na função renal, aproveitando o sabor salgado para regular o teor do líquido.

Entre os doces servidos na Cerimônia do Chá há também o “nerikiri” (doce de pasta de feijão) em formato de melancia. A linda paleta de cores da melancia, com a combinação da cor verde, vermelha, branca e preta, despertará com certeza muito interesse às cerimônias de verão!

Fevereiro de 2024

Veja também

  • 8. Satsumaimo – Batata-doce

    8. Satsumaimo – Batata-doce

    O alimento escolhido desta vez é a batata-doce, muito popular pela sua doçura e consistência suave ao se saborear. Dizem que este tubérculo é nativo do México central a Guatemala, espalhando-se eventualmente até o Peru. ...
  • 7. Mikan – tangerinas

    7. Mikan – tangerinas

    No mundo há uma variedade de tipos de frutas cítricas, mas, hoje, falaremos da tangerina, especificamente. “Mikan”, no Japão, refere-se àquelas frutas cítricas que são doces como mel. O seu lugar de origem é Satsuma, atual ...
  • 6. Goma – gergelim

    6. Goma – gergelim

    Desta vez vamos falar sobre sementes de gergelim. Cultivada desde tempos antigos, esta planta herbácea tem suas raízes na África. Dizem que a rainha Cleópatra do Egito comia as sementes e, para fins de beleza, ...
  • 5. Umê – ameixa japonesa

    5. Umê – ameixa japonesa

    Na sequência desta série, vamos apresentar a ameixeira japonesa (ume) e seu fruto, muito presente e familiar ao povo japonês desde tempos antigos. Quanto às flores da ameixeira, são as primeiras a desabrochar, no início ...
  • 4. Gengibre

    4. Gengibre

    Desta vez, gostaríamos de apresentar o gengibre, uma planta herbácea cuja raiz é de fácil uso em fitoterapia e condimento na alimentação, em qualquer estação do ano. Como sabem, quando o ingerimos, o nosso corpo ...

Última atualização

01/02/2024 - 21. Mie | Cantinho da Língua Japonesa
01/02/2024 - 9. Fevereiro (verão) | Chashaku no mei – Nome poético da colher de chá
01/02/2024 - 9. Suika – Melancia | Cha e Alimentos saudáveis
05/01/2024 - Relatório: Chakai da USP
01/01/2024 - 8. Janeiro (Verão) | Chashaku no mei – Nome poético da colher de chá
13/12/2023 - Relatório: Sôtanki Chakai