- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Registro de uma viagem: Encantos da velha Europa e Belezas do Médio Oriente

Encantos da velha Europa

Visitar a Europa é abrir-se à possibilidade de voltar ao passado, no que o ocidente tem de mais emblemático. É ter a chance de relacionar-se com o novo e o velho, ao mesmo tempo! Ali, como em tantas partes do planeta, as marcas do tempo contam histórias e guardam também muitos segredos: das civilizações que nos precederam, das suas cosmovisões, do alçar-se para descobertas e um mundo totalmente novo, dos sofrimentos que assolam os povos de tempos em tempos como, por exemplo, as guerras, e de como cada povo consegue refazer-se geração após geração, escrevendo sua página no livro da vida e deixando-nos um legado de acertos e erros, para que no presente façamos nossa parte da melhor forma possível!

Sem dúvida, a Itália é um dos países mais representativos disso que falamos. É um livro aberto de cultura e variadas tradições! Além de se poder fazer nela uma peregrinação de fé, por incontáveis lugares sumamente importantes para todo o mundo ocidental e cristão.

 

 

Belezas do Oriente Médio

O padrão estético do oriente é totalmente outro! E, não por acaso, exerce indizível fascínio sobre os ocidentais. É o que se experimenta quando mergulhamos nas culturas do Oriente Médio e, em particular, o que chamamos de Terra Santa, em virtude de seu valor histórico para as três maiores religiões monoteístas do planeta, um complexo de lugares que se estendem do rio Jordão até o Mar Mediterrâneo.

Apesar de todos os conflitos há séculos vivenciados na Terra Santa, ali também é lugar de esperança: pela diversidade de povos e expressões culturais de beleza ímpar, pela contribuição que cada um desses povos dá ao mundo desde tempos imemoriais, pelo que se pode aprender com a sua história e sabedoria acumulada ao longo de milênios.

A beleza se expressa de modos diversos, em tão diferentes lugares do mundo. Porém, é maravilhoso constatar que ela pode ser percebida por todos os corações abertos ao fato de estar onde estão, e viver com gratidão cada momento como único!

 

 

Antonio Fabiano da Silva Santos

Agosto de 2019

Veja também