- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Yu wo kumu wa hishaku ni kokoro tsuki no wa no sokonenu yôni kakugoshite kumu

Ao pegar água quente, faça com cuidado para não danificar
o encaixe do cabo com o copo da concha de bambu.

Yu wo kumu wa hishaku ni kokoro tsuki no wa no sokonenu yôni kakugoshite kumu

A concha de bambu (hishaku) [é formada pela] parte cilíndrica que pega água (gô 合) e o cabo (柄). A parte do encaixe é chamada lit. “Anel [em torno] da Lua– tsuki no wa 月の輪” ou de “Forma de Lua – tsukigata 月形”.  Acredita-se que foi dado esse nome de “tsuki no wa” porque justamente têm a forma de meia lua que é igual à forma e o nome da marca branca que têm na garganta (tsuki no wa) do urso preto asiático (Ursus thibetanus) ou urso-lua. 

A junção do copo e do cabo é um simples encaixe, por isso quando for pegar água quente ou fria precisa-se tomar muito cuidado para não folgar o encaixe, pois pode vazar água. 

Na cerimônia com o fogareiro embutido no chão (rroo) da sala de chá, no momento de descansar o hishaku na caldeira (kama) o encaixe pode-se afrouxar se o fizer com muita energia.

Além disso, quando se sai transportando o kensui de bronze com o copo da concha de bambu sobre ele, pode cair e o hishaku escorregar. Isso também pode causar o afrouxamento do encaixe.

Assim, tendo em mente esses detalhes, vamos manipulá-lo com atenção.

Agosto de 2016

Veja também