- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Namaru to wa te-tsuzuki hayaku mata osoku tokoro-dokoro no sorowanu o iu

なまるとは手つづき早く又おそく
ところどころのそろはぬをいふ

Namaru to wa te-tsuzuki hayaku mata osoku
tokoro-dokoro no sorowanu o iu

“É vacilante proceder com ritmo desigual,
rápido aqui, lento ali…”

Namaru: escrito desta forma「鈍る」significa algo como a espada menos cortante, cega, ou estar em hesitação, sem grande entusiasmo.
No transcurso do temae, dizer que “o processo vai rápido e lento” denota que o temae flui irregularmente, não é uniforme em algumas partes.
Por exemplo, o que se tem na memória vai rápido, mas aquilo que ainda não está bem assimilado, realiza-se devagar, pensando. Tal temae pode ser chamado de temae namaru.
O acúmulo de práticas (keiko) é importante para a pessoa poder usar habilmente a fluidez da velocidade do temae, até que aconteça de forma natural, e, ao mesmo tempo, entender o estado e a mente do convidado.

Dezembro de 2022

Veja também

Última atualização

02/03/2024 - Notícias: Hakuei-an News
01/03/2024 - 10. Março (fim de verão) | Chashaku no mei – Nome poético da colher de chá
01/03/2024 - 22. Kuchi | Cantinho da Língua Japonesa
01/02/2024 - 21. Mie | Cantinho da Língua Japonesa
01/02/2024 - 9. Fevereiro (verão) | Chashaku no mei – Nome poético da colher de chá
01/02/2024 - 9. Suika – Melancia | Cha e Alimentos saudáveis
05/01/2024 - Relatório: Chakai da USP