- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Semana Santa

Entrada de Jesus em Jerusalém

Tradição religiosa católica que celebra a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo.

Inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressureição, no Domingo de Páscoa.

Após o Carnaval, inicia-se a Quaresma que é um tempo litúrgico, em que pratica-se jejum de quarenta dias, abstinência de carne, caridade e orações.

Na missa de Quarta- feira de Cinzas (primeiro dia da Quaresma), o sacerdote abençoa e impõe as cinzas (sinal da cruz na testa). As cinzas seriam das folhas de palmeiras abençoadas no Domingo de Ramos do ano anterior. Estas cinzas simbolizam humildade e recordam ao cristão sua origem e fim.

Domingo de Ramos

No Domingo de Ramos é celebrado no domingo antes da Páscoa, devotos saem em procissão com as folhas benzidas. Muitas guardam as folhas pois acreditam que elas têm o poder de proteger contra incêndios.

Na Quinta-feira Santa termina a Quaresma. Neste dia, a igreja recorda a última Ceia de Jesus de Nazaré com seus apóstolos e realizam também a cerimônia do lava-pés.

A Sexta-feira da Paixão é o dia em que Jesus foi crucificado e os cristãos fazem abstinência de carne. O período de abstinência de carne é de Quarta-feira de cinzas até o Domingo da Páscoa, embora atualmente há diferenças individuais.

No Sábado de Aleluia ocorre a missa onde o Diácono entra com o Círio Pascal, uma vela grande que representa a luz de Cristo.

Domingo de Páscoa termina a Semana Santa com a Procissão da Ressurreição.

As celebrações da Semana Santa acontecem em várias partes do Brasil.

A mais tradicional é na cidade de Ouro Preto (Minas Gerais). As ruas são decoradas antes de o dia amanhecer no Sábado de Aleluia. O trabalho cuidadoso e manual dos tapetes de flores e serragem (2 km de extensão) enfeitam as ladeiras da cidade histórica e servirão de passagem pelos representantes da Igreja Católica, fiéis e turistas na Procissão da Ressurreição.

Malhação de Judas

A “Malhação de Judas”, no Sábado de Aleluia, é uma festa popular onde um boneco de tecido representado por Judas (o traidor de Jesus) é ” torturado ” pela população. No Brasil, onde o povo é muito criativo, há bonecos de políticos corruptos e do pernilongo transmissor do vírus da Dengue, tão comum nesta época.

Março de 2018

Veja também

  • Folia de Reis

    Folia de Reis, Reisado ou Festa de Santos Reis celebra a visita dos três Reis Magos ao menino Jesus. A origem está associada a uma tradição cristã portuguesa e espanhola, que se tornou tipicamente brasileira ao ...
  • O dia de Santa Teresinha

    Desta vez, apresentaremos Santa Teresinha, uma santa muito conhecida no mundo católico. Em sua honra e em gratidão por seus ensinamentos é realizada em São Paulo uma grande celebração, com diversas missas especialmente em 1º ...
  • Dia do Índio

    O dia internacional do índio é comemorado em 9 de agosto.No Brasil o dia do índio é celebrado em 19 de abril. Este dia foi escolhido em homenagem ao Congresso Indigenista Interamericano, que ocorreu em ...
  • Iemanjá

    O nome Iemanjá originou dos termos “yèyé omo ejá “, do idioma africano Yorubá, que significa “mãe cujos filhos são como peixes”…
  • Capela do Cemitério da Consolação

    Finados

    O dia dos mortos ocorre em conexão com os feriados da igreja católica, nos dias 01 e 02 de novembro…