- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Materiais da Natureza – Planta de Arroz – ine 稲 (Arroz – kome 米)

Toda a planta de arroz, da base até a ponta, é aproveitável, pode-se dizer que é o exemplo do antidesperdício. Quando a planta floresce, colhe-se o arroz para debulhar e separar os grãos. Este grão, ou seja, o arroz com casca, é chamado em japonês de “momi” e é denominado “wara” a palha retirada do restante da planta: caule e folhas. O grão está envolvido por uma casca dura que ao ser retirada obtemos o que denominamos de arroz integral e, este ao ser polido chama-se arroz branco.  A casca (momigara) e o farelo (nuka), desta etapa, podem ser aproveitados. O farelo é usado em forma de “pasta” nominada “nukasoko” para macerar conservas de verduras; ou como farelo para retirar a enzima polifenoloxidase (aku) do broto de bambu e é usado também como detergente. A casca (momigara)é utilizada para enchimento de almofadas, armazenamento de lâmpadas e em embalagens para transporte; quando carbonizada é eficaz como material de melhoria para o solo. A palha (wara) é usada nas cerimônias religiosas, e na celebração do Ano Novo utiliza-se na decoração como pinheiro na porta de entrada da casa (kadomatsu) e na corda torcida de palha com tiras de papel branco (shimenawa). Esta palha é utilizada para fazer corda (nawa), esteira rústica (mushiro) para cobertura, esteira mais rústica que mushiro (komo), entre outros, e também para confeccionar botas de palha e no artesanato. A palha também serve como ração de cavalo, gado; mesmo na queima não produz componentes tais como dioxina e sua cinza serve como fertilizante.

 

ORIGEM DO ARROZ E SUA DIFUSÃO PARA O JAPÃO

Acredita-se que o local de origem da planta do arroz seja no leito do rio Ganges, na Índia, em torno de três mil anos a.C.. A forma original é a variedade índica, de grão pequeno, longo, fino e pouco pegajoso; a mutação originou o grão redondo, grande e pegajoso. Este é conhecido como a variedade japônica introduzida no Japão nos meados dos séculos II e III a.C..

No período Yayoi (séc. III a.C. até séc. IV d.C.), o foco foi o cultivo do arroz. 

No período Nara (séc. VIII) existiam o arroz preto, vermelho, branco; já no período Muromachi (séc. XIV ao séc. XVI) expandiu como alimento básico o arroz cozido simples (himejii) e no período Edo (séc. XVII ao séc. XIX), época de estabilidade, o arroz branco tornou-se o alimento principal da população.

Após o período Meiji (séc. XIX ao séc. XX) aumentou a produção do arroz branco ainda mais puro, mas é questionado pela sua deficiência de vitaminas, o que exigiu uma melhoria nutricional.

 

MINGAU DE ARROZ (kayu 粥)

Kayu é um mingau, principalmente de arroz, cozido com uma grande quantidade de água.

Parece que no período Heian (séc. VIII ao séc. XII), o arroz cozido comum era chamado de “himeii”.

A partir do período Heian nota-se o costume do kayu, do warikayu (lit. mingau partido) feito com grão de arroz partido finamente, e outros, como o “cha-kayu” (kayu com chá), “imo-gayu” (kayu com batata), “mochi-gayu” (kayu com mochi), azuki-gayu (kayu com feijão azuki), “nanakusa-gayu” (kayu com sete ervas).

 

 

Referência: 
Nihonjin no shikitari monoshiri jiten『日本人のしきたりものしり辞典』
(Dicionário Sabe-tudo dos Costumes do Japonês, em tradução livre)
Autor: HIGUCHI, Kiyoyuki 樋口清之著

Setembro de 2017

Veja também

  • Kuyô (ofício memorial) – Lendas Folclóricas: Tsukumogami

    Kuyô (ofício memorial) – Lendas Folclóricas: Tsukumogami

    HARI KUYÔ 針供養 – FUDE KUYÔ 筆供養 – CHASEN KUYÔ 茶筅供養Ofício memorial às agulhas, aos pinceis, aos batedores de bambu (chasen)…
  • Kintsugi - Kominka

    Kintsugi – Kominka

    Em japonês pode ser escrito 金つぎ ou 金継ぎ. Há diversos tipos de objetos de cerâmica, desde aquelas tigelas de chá para uso diário, a chawan mais caros. Kintsugi é o método japonês de restaurar as cerâmicas tradicionais, quando elas se quebram…
  • Utilização de Diversos Materiais Naturais

    Utilização de Diversos Materiais Naturais

    Pelas excelentes técnicas dos artesãos, coisas da natureza como gramíneas e árvores renascem em esplêndidos produtos artesanais. No caso do Japão, há os de cascas de árvores, cana comum yoshi (pragmites), junco-solto (igusa) etc…
  • Materiais naturais: igusa, shuro

    Materiais naturais: igusa, shuro

    Entre vários materiais naturais, apresentaremos o junco-solto (igusa イグサ) usado para tatames em washitsu e a palmeira-moinho-de-vento (shuro シュロ)…
  • Cinzas

    Cinzas

    Matéria em pó que remanesce após queimar grama, árvores, animais, etc., amplamente utilizada desde o passado como substância química. Os principais componentes da cinza são minerais metálicos (potássio, magnésio, ferro, zinco, sódio, cobre, cálcio, alumínio) ...