- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

Os Japoneses e as Estações do Ano, os Eventos Anuais e as Tradições

OMIKUJI

Fevereiro de 2016

A palavra kuji (previsão) precedida pelos ideogramas “o” e “mi” torna-se um termo respeitoso e sagrado conforme indicam seus ideogramas「御神籤」- omikuji (predição sagrada).
Nos santuários xintoístas ou nos templos budistas obtêm-se estas predições “kuji”.

leia mais ...

OJIGI – CUMPRIMENTO

Novembro de 2015

No Japão, saúdam-se amigos e conhecidos com um cumprimento (ojigi). No cotidiano é realizado casualmente, mas este costume é diferente no Oriente e Ocidente…

leia mais ...

CHÔYÔ 重陽 (lit. sobreposição do positivo/ do yang)

Setembro de 2015

Refere-se ao nono dia do nono mês, chamado também de chôyô no sekku, (lit. festival chôyô) e é conhecido como jûku devido à repetição do número nove.
Na China conceitua-se o número ímpar como um número favorável, assim, pelo fato de repetir o número “nove”, o nono dia do nono mês é considerado um dia muito auspicioso…

leia mais ...

APLAUSOS e BATER PALMAS – HAKUSHU e KASHIWADE

Setembro de 2015

Aplauso e bater palmas são [atos] para produzir som ao juntar as palmas das mãos uma à outra. [Em japonês escreve-se 拍手, mas dependendo da situação lê-se: hakushu cujos ideogramas significam “bater” e “mão” ou kashiwade (“carvalho” e “mão”)]…

leia mais ...

TANABATA – FESTIVAL DAS ESTRELAS

Julho de 2015

古事記にも出てくる、宗像大社の七夕祭り

Tanabata (七夕 lit. anoitecer do sétimo) surgiu da fusão do Festival da Invocação por Habilidades (kikkôden no matsuri) da China antiga e de um evento do Japão antigo. A “Invocação por Habilidades” originou-se da lenda das estrelas, do desejo veemente da Princesa Tecelã e do Pastor de Gado por habilidades. O desejo da Princesa era de tornar-se apta na técnica da tecelagem e o do Pastor era aprimorar-se no artesanato e na arte da caligrafia.A isto foi associado o fato de que no Japão antigo acontecia a Cerimônia de Purificação; orava-se pelo sucesso da colheita e aguardava-se o advento de Deus. Neste evento, a tanabata-tsume, donzela que tece a veste…

leia mais ...

KAMIZA – SHIMOZA

Julho de 2015

O tema desta vez é o conceito de posições de honra: kamiza e shimoza, originárias da delicadeza e sensibilidade dos japoneses pela etiqueta quanto à posição e à ordem.Pode-se dizer que cortesia e boas maneiras são sabedorias da humanidade para poder viver mutuamente de um modo harmônico. Por isso, como norma de etiqueta é importante a posição e a ordem, expressas nos termos japoneses para sinalizar o lugar nobre ou o melhor lugar (kamiza) e o lugar secundário (shimoza). Em termos gerais, o kamiza é o lugar mais longe da entrada e o antônimo, shimoza, é o lugar mais perto da entrada. No caso da sala em estilo japonês (washitsu):O kamiza…

leia mais ...

TANGO NO SEKKU – FESTIVAL DOS MENINOS

Maio de 2015

No Quinto dia do Quinto mês

A palavra “tango” significa “o dia do cavalo no início do mês”.
A origem desta celebração é na China antiga, no evento chôgo 重五 (lit. significa “o quinto se repete”), no qual purificavam-se dos infortúnios. Antigamente, para limpar-se das maledicências espetavam no telhado a íris (shôbu) e artemísia (yomogi), tomavam banho quente aromatizado com folhas de íris (shôbu-yu) e comiam os doces kashiwamochi e chimaki

leia mais ...

MIKOSHI – ANDOR

Maio de 2015

Mikoshi é o nome dado ao andor para transportar o sagrado corpo divino ou o corpo espiritual; os fiéis apoiam em seus ombros as duas grandes barras para elevar o andor e deslocá-lo entre a multidão…

leia mais ...

MANEKI NEKO – O GATO DA FORTUNA

Março de 2015

(lit. o gato que acena) 招き猫
O maneki neko é uma estatueta de gato, acenando para atrair a boa sorte.
Existem varias versões sobre a sua origem.
Diz-se que no período Edo, em sonho, uma pobre velha mulher, que dirigia uma loja de doces no bairro de Asakusa, viu a imagem de um gato acenando em sua direção, o que lhe deu uma boa idéia. Assim, foram feitas as estatuetas de cerâmica do aparecimento do gato, queimadas na olaria de Imado, e, colocadas à venda, tornaram-se rapidamente muito populares.

leia mais ...