- A Paz Através de Uma Tigela de Chá -

3. Feijão Azuki (feijão vermelho japonês)

Um dos prazeres da Cerimônia do Chá é o doce japonês. Desta vez trataremos do feijão vermelho, chamado azuki, um dos ingredientes indispensáveis para a confeitaria japonesa.

A pasta doce feita desse feijão, anko, é utilizada muito popularmente, tanto para a confecção de namagashi (doces frescos delicados), como em wagashi (doces japoneses tradicionais), tais como yôkan, ohagi, taiyaki ou manjû.

Esta espécie de feijão, consumida desde muito antigamente, foi encontrada em alguns sítios arqueológicos da época Jômon.* Na clássica literatura antiga, Kojiki (livro mais antigo sobre a história do Japão, 712 a.C.), é descrito como um dos cinco grãos (arroz, trigo, milho, soja e feijão azuki). A sua cor avermelhada simboliza a vitalidade do sol e do sangue, diz-se que era usado como ingrediente com poderes para espantar os males.

 

Eficácia:

No mundo da farmácia oriental, é considerado como um ingrediente que ajuda no metabolismo da água, serve para liberar as toxinas e aliviar o inchaço do corpo.

De acordo com a teoria dos cinco elementos, a natureza dos alimentos consiste em: quente, úmido, neutro, fresco e frio. O feijão azuki pertence ao neutral, sem superaquecer nem resfriar o corpo.

Assim, pode ser desfrutado frio no verão, em forma de yôkan e mizu manjû, e no inverno, nos pratos quentes como oshiruko (caldo doce de azuki), portanto, de acordo com as estações.

Além disso, o polifenol contido na cor vermelha deste feijão tem um efeito antioxidante. Também a saponina contida nele é eficaz na supressão do colesterol e triglicérides, e, assim, tem a função de prevenir a arteriosclerose. Por conter muita vitamina B1, é bom para a recuperação da fadiga.

Dentre a classificação dos cinco elementos que dividem o sabor dos alimentos, “azedo, amargo, doce, picante e salgado”, o feijão azuki se torna doce e tem a função de aliviar tensão e dor.

Da mesma forma que as outras leguminosas, esse feijão é rico em proteínas, fibras e minerais.

 

Como alimento:

Como mencionado no início, o feijão azuki é imprescindível como material tanto para doces japoneses, como para doces chineses.

O bom das receitas com feijão azuki é que elas são deliciosas, não apenas na temperatura ambiente, mas também quando geladas ou aquecidas.

Além de poder ser cozido adocicado, é igualmente bom comê-lo com mistura de arroz e cereais juntos, pois pode-se suprimir o açúcar.

A diferença entre a pasta koshian (pasta doce sem pele), e tsubuan (pasta doce com pele e grãos inteiros), é que sendo completa, com pele, a pasta é mais rica em polifenóis e tem as calorias mais altas. Cuidado para não consumir demais, pois ambos têm bastante açúcar.

Infelizmente, no Japão de hoje, o consumo de doces tradicionais tem diminuído muito. Desejamos que a deliciosa e saudável pasta de feijão e os doces japoneses voltem a ser o centro das atenções.

Agosto de 2022

Veja também

  • 2. Natsume

    2. Natsume

    Para as pessoas relacionadas de alguma forma ao mundo da Cerimônia do Chá, ao topar-se com a palavra “natsume“, naturalmente vão imaginar o “utensílio de chá para colocar o matcha“. Ele foi nomeado dessa forma, ...
  • Chá e Alimentos Saudáveis: Ⅰ- Sobre a Teoria dos Cinco Elementos

    Chá e Alimentos Saudáveis: Ⅰ- Sobre a Teoria dos Cinco Elementos

    A partir de agora, como uma nova tentativa, iniciaremos o assunto “Chá e Alimentos Saudáveis”, que vai abordar os alimentos medicinais e será apresentado como uma série…

Última atualização

01/09/2022 - 17. Jo-Ha-Kyû | Wa no kokoro – O espírito japonês
01/09/2022 - 17. HI | Cantinho da Língua Japonesa
01/08/2022 - Relatório: Edição Especial Comemorativa
01/08/2022 - 16. KI | Cantinho da Língua Japonesa
01/08/2022 - Cenas Brasileiras 8. Arraial d’Ajuda | Relatos de Cenas Brasileiras
01/06/2022 - Hakuei-an News